quarta-feira, 13 de julho de 2016

Superando o desencontro familiar


Brasão da família Vilela
No início do século XX nossos avós viviam na "roça" possuiam muitos filhos e se encontravam com uma boa frequência pois não precisavam de carro para isso, bastavam bons cavalos e as vezes até bons calçados para se locomovem para seus frequentes encontros.

Bem, na medida que o Brasil foi se urbanizando, nossa família Vilela assim como várias outras se espalhou pelo Brasil afora por várias razões e deu nisso: Um grande desencontro familiar. Consideramos que reencontros demandavam carros e esses eram itens caríssimos na época, além do que não havia muito boa infraestrutura rodoviária na época, as pessoas se distanciaram. Imaginem avião, nem pensar!!! Era a época da carta.

Mas veja só, a tecnologia continuou se desenvolvendo veio o telefone e os bons meios de transportes para ajudar, mas aí os contatos já haviam se perdido e somente alguns laços mais fortes puderem ser mantidos. Era do telefone, carros e estradas.

Mas agora nesse início de século XXI com o advento da internet, viabiliazada pelos meios de telecomunicações somado aos computadores pessoais, tornou-se extremamente fácil o reencontro virtual utilizando mídias e texto em tempo real. Era da Internet e smartphones

Com essa grande novidade, voltamos 100 anos atrás, pois podemos falar com toda a família apenas ligando nossos smartphones, laptops e conversar com nossos parentes. Isso é muito bom.

Se nos organizarmos mais um pouco, podemos quem sabe nos reunir como nos velhos tempos. Mas para isso temos que nos organizar pois apesar de falarmos uns com os outros com extrema facilidade, temos grandes desafios:
  • Grandes distâncias entre as pessoas;
  • Falta de tempo de uns;
  • Falta de dinheiro de outros;
  • Desânimo e cansaço frutos da vida moderna e da idade chegando.
Em decorrência disso acredito que precisamos:
  1. Levantar os dados da família para sabermos quantos somos, onde moramos;
  2. Saber quais são os locais com maior acúmulo de Vilelas;
  3. Conhecermos quais as possinilidades reais de disponibilização de local que receba muitas pessoas;
  4. Fechado local e data, saber quem vai, quem bebe e saber quem está disposto a tocar a organização do evento;
Esse blog pretende:
  • Organizar as histórias da família;
  • Espaço para fotos;
  • Rotulação;
  • Genealogia;
  • Links para sites de interesse da família;
  • Espaço para comentários;
Espero que possamos juntos vencer esse grande desafio do nosso desencontro familiar.

6 comentários:

  1. Olá! Sou Vilela e falo de Campo Grande, Mato Grosso do Sul

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia Sou Eliadauto Vilela Nova Andradina MS e Estrela D´oste SP

    ResponderExcluir
  3. Olá, sou Vilela, nasci e resido aqui em Carlos Chagas MG, Vale do Mucuri

    ResponderExcluir
  4. Oi sou Natan e também sou Vilela de São Lourenço - Minas Gesrais.

    ResponderExcluir
  5. Sou vilela moro no interior de Pernambuco, a minha família é enorme milhares de pessoas nossa cidade é São João PE, mais em todo minicipio aos redores tem família Vilela

    ResponderExcluir
  6. Vilela, Itanhaém, litoral de São Paulo, baixada santista.
    Tenho familiares, amigos e alguns que só sei quem é, com o nome.Vilela!

    ResponderExcluir